O quarto entrevistado da serie criada por David Airey (aqui) é Simon Manchipp, co-fundador da SomeOne (aqui) sediada em Londres

Todo mundo é um designer gráfico nos dias de hoje. Todo mundo já escolheu a cor do seu papel de parede, as cortinas, ou a cor do seu carro. Então, todo mundo acha que está qualificado para fazer julgamentos gráficos. Depois de 10 anos em publicidade, eu encontrei uma semelhança com a música – todo mundo sorriu e enlouqueceu com a imagem em movimento, pergunta-se muito pouco sobre a edição, a classificação ou a iluminação, mas todos, quase todos tinham algo a dizer sobre a trilha sonora.

“Você já tentou Elvis?” “Que tal Nirvana?”

Fala-se mais sobre o gosto musical do que sobre o que é certo para o anúncio. Mas eles sentem que é possível atribuir confiança dessa forma.

O mesmo ocorre com os pedidos de empregos na SomeOne. Recebemos centenas de candidatos para as poucas vagas que surgem aqui. Mas alguns deles, minha gente… Eu realmente gostaria que tivessem lido o que eu estou prestes a escrever.

 

Seu portfólio: Eu gerencio uma empresa. É difícil. Complexo. Consome muito do meu tempo. Estou com pouco tempo disponível. Portanto, seu portfólio deve ter um propósito: Me deslumbrar. Desde a primeira página. Mostre-me o que você tem. Agora é sua chance de me conquistar duas vezes. Faça-me, realmente, parar o que eu estou fazendo. Tenho cerca de 20 segundos para passar os olhos em seu PDF. Muitas vezes em um iPhone. No caminho para uma reunião. Então faça valer a pena. Belamente trabalhado, com ideias brilhantes. E não se preocupe, os trabalhos não precisam ter realmente sido aceitos pelo cliente (apesar de que isso sempre acrescenta elogios extras). Mostre-me o seu corte. O que faz flutuar seu barco.

Para entrar na equipe, queremos ver o seu trabalho com logotipos. Mas certifique-se de ter aplicado alguma coisa, inventivamente, progressivamente, de forma interessante. Faça uma BrandWorld – e não apenas um vetor no Illustrator ripado em um arquivo de Photoshop. Mostre-me como seu trabalho vai fundo. Como você pode usá-lo para criar um mundo rico… não só mais um logotipo que carimbado em todos os lugares. Se eu cobrir o logotipo, o que mais há para saber sobre quem está falando? Faça tudo brilhar. Me deslumbre.

Cópia: Mostre-me que você pode escrever, não apenas fazer a escrita dos outros parecer interessante, e você terá minha atenção. Um currículo espirituoso, inteligente e apropriado sempre agrega valor. Nunca subestime o CV. É old school, mas me diz muito. Ele me diz que você sabe ligar duas sentenças… O que provavelmente significa que você pode falar com um cliente, o que provavelmente significa que você está confiante, o que provavelmente significa que você é bom. Provavelmente.

Estratégia: Qual foi a grande idéia por trás do projeto? Começamos todas as nossas credenciais com uma corrida rápida através de: Qual era o desafio. Como nos aproximamos dele. Quais foram os resultados. Por que funcionou. Em que atuava. É uma construção muito simples, mas se você puder responder cada uma das questões, você tem uma maneira rápida e eficaz de descrever o trabalho criativo por trás do trabalho criativo. Mostre-me que você pensa. E como você pensa. E onde o pensamento funciona.

Você: Se você for contratado significa que você ama o que faz. Você não vai acreditar que é pago para fazer isso. Sempre vai se surpreender por ter conseguido fazer uma carreira fazendo o que que ama. Na verdade, você sempre vai estar procurando se descobrir. Todos os dias você irá para um estúdio legal, na melhor cidade do mundo, para trabalhar com os melhores clientes no planeta, apenas para fazer coisas legais para eles, com as pessoas mais legais… depois vai sair para beber com todos eles. Isso não é um emprego. Isso é incrível.

Então, anime-se. Se você não quer mais do que o próximo, o próximo provavelmente conseguirá. Não seja irritante, seja inteligente. Pense – o que está acontecendo agora? O que é tópico no momento. O que eles estão fazendo? Como posso ser útil? Em seguida, faça.

10.000 horas: Você provavelmente é jovem. Fresco da faculdade ainda. E isso é legal. É assim que a maioria dos nossos designers começa. Mas 10.000 horas é amplamente aceito como a quantidade de tempo necessária para ser um perito. Em qualquer coisa. Desde tocar violão até a maneira de operar os cérebros das pessoas. É o mesmo com o design. Você precisa organizar seu tempo. Não há nenhuma solução rápida. Você não pode ser um especialista durante a noite. Então organize o seu tempo.

Os Beatles foram para Hamburgo para acumular suas horas mais rápido do que esperando os habituais 10 anos (o tempo médio que leva para chegar a 10.000 horas). Eles começavam a tocar ás 20:00 e voltavam para casa às 08:00. Todos os dias. Durante meses. Você não é diferente. Para ser notado, para ser contratado, para manter o emprego, para ser promovido, para ganhar mais, você precisa ser o primeiro a chegar e o último a sair. Todos os dias. Todo o tempo.

Conseguir o emprego é difícil. Mantê-lo é mais difícil ainda.